Prevenção no trabalho é a melhor solução.

  • O que é LER/DORT?
Lesões por Esforços Repetitivos e Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (LER/DORT) são responsáveis por um conjunto de doenças que atingem músculos, tendões, nervos e articulações, decorrentes de sobrecarga do sistema músculo esquelético no trabalho.
  •  Como são causadas as LER/DORT?
O problema é provocado normalmente por atividades desenvolvidas no trabalho, pelo excesso de uso do sistema músculo esquelético.  A repetição de atividades, a postura incorreta e o excesso de força podem obstruir a circulação sanguínea, impossibilitando a irrigação de estruturas importantes como as artérias e os nervos. Quando isso ocorre, há a fibrose que desencadeia processos inflamatórios nos músculos, causando assim, bursite e tendinite.
  • Quais são os sintomas?
Dentre os sintomas, o mais frequente é a dor, que surge lentamente e com o tempo se torna casa vez mais contínua e intensa, de modo a afetar a produtividade a qualidade de vida do trabalhador. De acordo com a gravidade dos sintomas, poderá ser atribuído o grau em que a LER/DORT se encontra.  A identificação do grau é importante para a determinação do tratamento a ser realizado.

  - Grau 1: Surge uma sensação de desconforto no membro afetado. Dores espontâneas e leves no local, porém não interferem na produtividade e melhoram com repouso.

  - Grau 2: Neste estágio a dor é mais persistente e intensa , mas ainda tolerável, permitindo as realizações das tarefas, embora atrapalhe o desempenho quando um maior esforço for exigido. Esta dor ainda pode vir acompanhada de formigamento e calor, além de leves distúrbios de sensibilidade.

  - Grau 3: Chegamos no estágio onde a dor torna-se mais forte e tem irradiação mais definida. O repouso em geral só diminui a intensidade, nem sempre fazendo com que a dor desapareça por completo. A força do músculo será reduzida e a produtividade, inevitavelmente cairá. O simples ato de apalpar o local causará dor e o inchaço estará frequente assim como a transpiração a alteração da sensibilidade.

  - Grau 4: É caracterizado por dores fortes e persistentes, principalmente ao movimentar o membro, embora exista dor até quando a pessoa  está imóvel . Perde-se a força e coordenação dos movimentos do músculo, o inchaço é persistente e podem ocorrer atrofias. A invalidez para o trabalho é inevitável neste estágio, e até mesmo as atividades do cotidiano, como escovar os dentes, podem ser prejudicadas.

Caso você sinta algum desses sintomas, procure auxílio médico, pois quanto mais cedo for diagnosticada a doença, mais eficiente será o tratamento.

  • Como prevenir as LER/DORT?
O melhor jeito de evitar as doenças da LER/DORT é cuidar das questões da ergonomia, ou seja, organizar o trabalho em função da relação entre o homem e a máquina, para que o profissional não force o corpo adotando uma postura errada. Ter um mobiliário adequado também se classifica como outro ponto importante.

Pensando nisso a Posture Saúde Corporativa desenvolveu os trabalhos de Gestão da Ergonomia, Ginastica Laboral, Quick Massage e Fisioterapia do Trabalho.
Acreditamos que um bom trabalho, com base em um bom diagnóstico, pode não somente ajudar a empresa (NR17), mas contribuir realmente para o controle dos casos de LER/DORT e demais doenças relacionadas ao trabalho.


Saiba mais em: 











(11) 2628-8949
(11) 2628-8946



Compartilhar no Google Plus

Sobre Posture Saúde Corporativa

    Comentar no Google Plus
    Comentar no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário